Queixa por cobrança indevida cresce 46%

 

Reclamações contra operadas de celulares incluem chamadas não reconhecidas, serviços não contratados e tarifas extras

A conta do telefone celular pode esconder tarifas de serviços não contratados e minutos a mais de ligações. No primeiro semestre deste ano, as reclamações feitas por consumidores referentes a cobranças indevidas de operadoras de telefonia móvel avançaram 46%. Entre janeiro e junho de 2012, o número de atendimentos do Procon-SP somou 5.882, ante 4.030 no mesmo período do ano passado.

De acordo com a assessora técnica do Procon-SP Marta Aur, as principais queixas são de chamadas não reconhecidas pelo consumidor. No entanto, o órgão de defesa do consumidor também registra casos de cobranças indevidas por serviços não contratados como pacotes de dados, seguro antivírus, seguro para o aparelho e até seguro de vida.

“O consumidor precisa acompanhar a fatura do celular. Ele tem o direito de pedir à operadora o detalhamento da conta de celular, mesmo se tiver um pré-pago”, orienta a especialista.

Se o cliente constatar que houve cobrança indevida, ele deve entrar em contato com a operadora para pedir esclarecimentos e a restituição do valor. Segundo Marta Aur, é importante que o consumidor anote o número do protocolo de atendimento.

“Caso o problema não seja resolvido, ele pode procurar um órgão de defesa do consumidor. Se for cobrança indevida, o consumidor tem direito a devolução dos valores em dobro, caso tenha pago.

Para ler esta notícia no site da Band, clique aqui

© Copyright 2014 :: www.arealpires.com.br

NiteróiWebSites Soluções em criação de sites