Planos de saúde lideram ranking do Idec em 2013

Queixas dos consumidores aumentaram 6,26 p.p contra 2012

Os planos de saúde lideram o ranking de reclamações dos consumidores divulgado pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). O segmento já ocupou a mesma posição em 11 das 12 edições anteriores.

O aumento das queixas contra o setor cresceu 6,26 p.p em comparação ao ano de 2012. Quase 60% dos registros foram referentes a contratos coletivos, atualmente a maioria do mercado. As principais consultas, tanto de usuários de planos coletivos quanto individuais, foram referentes a negativa de conbertura, reajustes abusivos e descredenciamento da rede assistencial.

Em segundo lugar, o Idec aponta os serviços financeiros, com 16,73% das ocorrências em 2013. A maioria das reclamações estão relacionadas a banco, responsáveis por 60,71% dos atendimentos.

Entre os principais problemas apontados pelos consumidores estão as cobranças indevidas, negativa de renegociação de dívida e falta de informação sobre o Custo Efetivo Total (CET) de operações de crédito.

Além de bancos foram citados assuntos relacionados a crédito e financiamentos (17,98%), cartão de crédito (13,29%), consórcio (4,47%) e seguradora (3,55%).

Em terceiro lugar, a pesquisa aponta a categoria de produtos, com 13,05% dos atendimentos. As principais demandas são sobre celulares, veículos, eletroeletrônicos e eletrodomésticos, responsáveis por 48% dos atendimentos.

As principais queixas são sobre problemas de qualidade e sobre dificuldades de resolver a questão com a loja que vendeu o produto.

Na quarta posição aparece o setor de telecomunicações, com 12,53% dos atendimentos. Em 2013, o maior número de reclamações veio do setor de TV por assinatura, com 33,79% do total. As principais demandas foram cobrança de ponto extra, cancelamento de serviço, falha do sinal e descumprimento da oferta.

Na sequência aparecem os atendimentos sobre telefonia móvel (28,59%), com destaque para a validade de créditos pré-pagos e a cobrança indevida. A telefonia fixa e a banda larga representaram 23,39% e 14,77% dos atendimentos do setor.

Ao longo de 2013 o Idec registrou 13.541 demandas, recebidas por telefone, e-mail e pessoalmente, sendo 8.040 dúvidas de consumo e 5.501 pedidos de informação sobre os processos judiciais do Instituto.

Para ler a notícia no site ultimoinstante.com.br, clique aqui.

© Copyright 2014 :: www.arealpires.com.br

NiteróiWebSites Soluções em criação de sites